Atualmente adquirir um carro semi novo ao invés de um zero quilômetro é uma excelente opção para quem quer ter um veículo próprio sem investir grandes quantias. De fato, uma pesquisa rápida em um portal de automóveis mostra que é possível adquirir um bom modelo por um preço que está longe de ser abusivo.

Além disso, os financiamentos também são uma mão na roda para quem não dispõe de dinheiro para pagar pelo carro à vista. Contudo, este é um compromisso longo e que pode pesar bastante no bolso. Todo cuidado é pouco antes de assumi-lo!

Preparamos este post com 9 dicas fundamentais para financiar um carro sem se arrepender, ficar no vermelho ou ter o nome sujo. Confira:

1. Taxa zero? Fuja!

Financiamento sem entrada e com taxa zero. Esta frase pode ser música para os ouvidos de muita gente, mas deixam os especialistas no assunto de cabelo em pé!

Isto porque não existe almoço grátis. Financiar algo é vender dinheiro, e quem vende não o faz sem interesse em lucrar!

Ou seja: por trás de todo financiamento com supostamente zero juros ou taxas há custos extras escondidos para mascarar o lucro de quem dá o empréstimo.

Muitas vezes, isto pode acontecer por meio de práticas ilegais e abusivas, como a cobrança da emissão dos boletos ao cliente (que é proibida) ou uma multa abusiva em caso de atraso nas parcelas. Tenha o pé no chão e não caia nesta armadilha!

2. Economize dinheiro para a entrada

Os juros de um empréstimo ou financiamento são inversamente proporcionais ao valor da entrada que o beneficiário oferece. Se você oferece 50% do valor do veículo, é garantido que os juros do financiamento serão muito mais baixos do que se você der 10% – ou nada.

Portanto, vale a pena adiar o sonho de adquirir um carro para juntar uma quantia interessante para oferecer de entrada. Além de os juros serem mais baixos, a duração do financiamento também será menor.

Caso você tenha urgência na compra, estude a possibilidade de oferecer algum bem como garantia, já que isto também alivia as taxas. Contudo, saiba que, caso você não honre com os pagamentos, a instituição poderá reclamá-lo.

3. Pesquise muito

Não são apenas bancos e financeiras que oferecem crédito: concessionárias e lojas de usados também o fazem. Se você quer comprar um carro financiado, não faltam opções!

Em um mercado de alta concorrência, há margem para bater perna e conseguir condições muito mais favoráveis com empresas diferentes. É possível até usar as ofertas da concorrência para fazer com que um banco ou loja te ofereça condições mais favoráveis, do mesmo modo que se pode negociar os adicionais de um carro zero.

O local onde você adquire o veículo também tem muita influência nisso. Ao procurar um carro usado em Curitiba ou qualquer outra grande cidade, uma loja de um bairro mais nobre pode te oferecer um financiamento mais caro que uma de um bairro popular, puramente devido à localização.

Moral da história: não tenha preguiça de pesquisar, nem vergonha de pechinchar. Este é o caminho para conseguir um financiamento vantajoso!

4. Contabilize todos os gastos do veículo

Encontrou um financiamento com as condições que você deseja e que cabe no seu orçamento? Calma, não assine nada ainda! Há mais um fator a se levar em consideração: todos os gastos que o veículo vai gerar.

Afinal, não basta pagá-lo: ele vai precisar de seguro, combustível, manutenção, limpeza, etc. Tudo isto deve entrar na ponta do lápis como uma despesa fixa relativa ao veículo.
Verifique se você pode arcar com isso tudo antes de aceitar qualquer proposta!

5. Seja realista em sua capacidade de honrar as parcelas

Muitas vezes, quem adquire um carro se deixa levar por um impulso ou sonho e acaba ficando financeiramente estrangulado. É preciso tomar muito cuidado para que isto não aconteça com você!

A lei estabelece que as dívidas nunca podem consumir mais de 30% da renda de um família. É um fator levado em conta pelas financeiras na hora de conceder crédito. Contudo, há economistas ainda mais cautelosos, que apontam 5% como sendo o limite ideal.

Não vale a pena realizar o sonho de ter um carro se isto vai te deixar de mãos atadas em caso de imprevisto! Estude suas outras despesas fixas e verifique se a aquisição do carro não vai comprometer suas finanças.

6. Tenha uma reserva de emergência

E se você ficar desempregado? E se sua renda cair? E se houver um imprevisto que te faça gastar muito? Você vai conseguir continuar pagando o seu carro?

Estes são alguns dos motivos pelos quais, além da entrada, é interessante ter uma reserva de emergência que te permita cobrir alguns meses do financiamento. Isto evita a dor de ter que vender o carro para se livrar da dívida em caso de aperto.

7. Já tem um carro? Veja o quanto ele vale

Se você já tem um carro, pode usá-lo a seu favor para conseguir melhores condições de financiamento, especialmente se ele estiver em bom estado. Há tanto a opção de vendê-lo e usar o valor na entrada quanto de oferecê-lo à loja em troca de um desconto no valor. Ambos são excelentes opções!

8. Considere adquirir um veículo que está saindo de linha

Quer comprar um carro zero? Se você não fizer questão de ter o carro do ano, considere comprar um veículo que está saindo de linha ou de um modelo anterior. Como ele não será mais novidade, você conseguirá um preço muito mais atrativo e, consequentemente, o financiamento será muito mais barato.

9. Visite as lojas no fim do mês ou do trimestre

Vendedores trabalham sempre com o objetivo de bater metas ao final de um período, como o mês ou o trimestre. Quando o período da prestação de contas se aproxima, estes profissionais tendem a ser mais flexíveis, de modo a aumentar as vendas e impressionar os gerentes comerciais. Consequentemente, caso você opte pelo financiamento do próprio estabelecimento que vender o veículo, você pode acabar conseguindo condições mais vantajosas.

Agora que você já recebeu algumas dicas na hora de comprar um carro financiado, esperamos que você faça a melhor decisão. E se quiser dirigir com muito mais segurança e comidade e acompanhar os seus trajetos em tempo real, nós temos um desconto especial para você adquirir o seu Nexer, basta clicar aqui.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>